Saiba tudo sobre FIDC-NP!

O mercado financeiro apresenta diversas opções de para investir seu dinheiro. Porém, a maioria ainda permanece desconhecida pelo público – como é o caso do Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Não-Padronizados ou FIDC-NP.

Esse é um tipo de investimento que possui ótima rentabilidade em relação a outros produtos mais tradicionais. Mas por ter um caráter mais restrito, ele ainda permanece pouco explorado pela maioria dos investidores.

Mas se você é um desses que também não sabe o que é o FIDC-NP, não se preocupe. No post de hoje, vamos explicar tudo sobre esse tipo de investimento – mostrando como é o seu funcionamento, suas principais características e listando suas vantagens e desvantagens. Confira!

Primeiramente: o que é um FIDC?

Um Fundo de Investimento em Direitos Creditórios, ou FIDC, é um fundo de renda fixa que aplica pelo menos 50% do seu capital em direitos creditórios de empresas.

Esses direitos são derivados dos créditos a prazo, também chamados de “recebíveis”, que uma empresa tem a receber no futuro.  

o que é um FIDC

Por exemplo: ao comprar uma mercadoria qualquer a prazo em uma loja, você leva o produto e fica com uma dívida para pagar dentro de um prazo. Enquanto isso, a loja fica com o direito de receber esse valor de você dentro do mesmo prazo.

Mas, para adiantar esse dinheiro, a loja pode transferir a sua dívida para uma terceira parte. Ela vende o “direito” de receber o seu pagamento para um investidor (obviamente, por um valor menor), e recebe o dinheiro na hora.  Logo, quando você efetuar o pagamento, o dinheiro vai para quem comprou a dívida ao invés da loja.

Ou seja, os valores a receber da empresa – como vendas a prazo, cheques, duplicatas, parcelas de cartão de crédito, entre outros – são “convertidas” em um título e vendidas a terceiros. No mercado, esse processo conhecido no mercado como securitização.

O que é o FIDC-NP?

Existem dois tipos de FIDC: os padronizados e os não-padronizados, também conhecidos como FIDC-NP. A diferença entre os dois está no tipo de ativo que cada um pode adquirir.

Um FIDC padronizado fica restrito somente aos títulos de crédito “convencionais”, sem nenhuma particularidade.

Já para um FIDC-NP, também é permitida a aquisição de outros direitos creditórios com maior risco, como:

  • Créditos vencidos ou pendentes de pagamento;
  • Créditos de empresas em recuperação judicial;
  • Precatórios;
  • Créditos em litígio judicial;
  • Créditos de existência futura e montante incerto;
  • Derivativos de crédito;
  • Outros tipos de direitos creditórios não regulares
  • Cotas em fundos de direito creditório não padronizados

Funcionamento

Esse tipo de funo pode ser do tipo aberto, permitindo que o cotista resgate seu investimento quando desejar, ou do tipo fechado, onde as cotas não são resgatáveis.

Assim como outros fundos de investimento em direitos creditórios, a aplicação pode ocorrer por duas formas. A primeira se dá via subscrição (quando o fundo é lançado), e depois por aquisição de cotas no mercado secundário.

Também existem dois tipos de cotas diferentes:

  • Cota sênior: possui rentabilidade fixa pré-determinada e preferência no recebimento do valor do resgate ou amortização;
  • Cota subordinada: só recebem seu rendimento após o pagamento das cotas sênior, ficando assim com todo o risco de inadimplência do fundo.

Rentabilidade 

O FIDC-NP é um investimento de renda fixa. Sua remuneração não é relacionada diretamente ao desempenho do fundo, mas sim a uma taxa previamente acordada.

Normalmente essa rentabilidade está atrelada a um percentual do CDI.

Como um FIDC-NP trabalha com ativos de maior risco e menor liquidez, os rendimentos podem ser bastante atrativos. É possível, por exemplo, encontrar opções de FIDC-NP que oferecem rentabilidades superiores a 130% do CDI.

vantagens e desvantagens

Vantagens de se investir em um FIDC-NP

  • Boa rentabilidade

O rendimento médio de um FIDC-NP é maior em relação a outros opções na renda fixa e ao próprio FIDC padronizado;

  • Avaliação profissional

O portfólio é analisado por consultorias de créditos e por agências de classificação de risco. O resultado é mais segurança ao investidor;

  • Possibilidade de compra e venda

As cotas de um FIDC-NP podem ser negociadas no mercado secundário, permitindo a entrada ou saída de investidores a qualquer momento;

  • Responsabilidade compartilhada

A gestão de um FIDC-NP envolve o trabalho de diversos profissionais de variadas instituições, mitigando o risco institucional;

  • Diversificação

Por misturar renda fixa com uma ótima rentabilidade, os FIDC-NP são uma opção interessante para diversificação de carteira – principalmente para investidores mais tolerantes ao risco;

Desvantagens de se investir em um FIDC-NP

  • Restrição de investimento

Apenas investidores profissionais  (aqueles possuam investimentos financeiros em valor superior a R$ 10.000.000,00) podem aplicar em um FIDC-NP;

  • Alto risco

Um FIDC-NP apresenta um grau de risco considerável. Por conter ativos com histórico de inadimplência e valor futuro incerto, o risco é maior que o dos FIDC padronizados e outros produtos de renda fixa;

  • Ausência de garantia

Os FIDC-NP não possuem cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), ao contrário de outros investimentos de renda fixa, como LCI, LCA e CDB;

  • Baixa liquidez

São feitas poucas negociações de compra e venda de FIDC-NP por dia. Por conta do caráter mais exclusivo desse tipo de fundo, a liquidez do investimento fica prejudicada;

  • Tributação

O rendimento está sujeito a cobrança de imposto de renda na amortização ou resgate das cotas;

Agora que você já sabe o que é um FIDC-NP e quais são as principais características desse produto financeiro, que tal aprender mais sobre investimentos e finanças? Assine a nossa newsletter e receba gratuitamente todos os nossos conteúdos em primeira mão. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 pensamentos em “Saiba tudo sobre FIDC-NP!”

  • Avatar
    • Breno Rodrigues
  • Avatar
    • Daniel Costa