Comparando diferentes fundos de investimento: qual é o melhor?

Escolher os melhores fundos de investimento para aplicar seu dinheiro não é uma tarefa fácil. O mercado financeiro é complexo, com uma infinidade de opções diferentes, com características, riscos e rentabilidades distintas. Por isso, muitas vezes o investidor se sente perdido, sem saber qual caminho seguir.

Entre um fundo de ações e um fundo multimercado, por exemplo, qual rende mais? Que tipo de fundo em renda fixa possui as melhores taxas? De quanto é a rentabilidade de fundos de investimento em direitos creditórios?

Pensando nisso, preparamos nesse artigo um comparativo completo entre os fundos de investimento de melhor rentabilidade. Para saber quais são os produtos que mais estão rendendo atualmente, confira nosso post!  

Comparação entre diferentes tipos de fundos de investimentos

Para realizar o nosso comparativo, analisaremos os fundos de investimentos de renda fixa, ações, multimercados e fundos de direito creditórios.

As rentabilidades aqui apresentadas são referentes aos últimos 12 meses. O valor é bruto, sem descontar taxas de administração, taxa de performance, imposto de renda, come cotas, entre outros encargos. Vamos lá:

1. Fundos de Renda Fixa

São fundos que investem pelo menos 80% dos seu capital em ativos de renda fixa. Eles podem ser prefixados (com uma rentabilidade previamente acordada), ou pós-fixados (rendendo uma taxa definida durante o investimento).

Normalmente, os fundos de renda fixa investem em títulos públicos, como papéis do Tesouro. Mas também podem aplicar em títulos privados como CDB, LCI, LCA, debêntures, e até mesmo cotas de outros fundos que também sejam de renda fixa.

Risco:

De baixo a moderado. Mesmo sendo um investimento menos volátil, ainda existe a possibilidade de calote – principalmente nos títulos privados.

Tipos de fundo:

Fundos Indexados/Referenciados – Segue um determinado indicador como benchmark (normalmente o CDI);

Fundos de Crédito Privado – Investe majoritariamente em títulos de empresas privadas, como CDB, LCI, LCA e debêntures;

Fundos de Títulos Públicos – Aplica seus recursos em papéis do Tesouro Nacional e demais títulos públicos;

Público alvo:

Os fundos de renda fixa são uma boa alternativa para quem procura um rendimento seguro e estável. Seu público é majoritariamente o investidor mais conservador e avesso ao risco. Porém, os fundos de renda fixa podem ser um porto seguro para investidores que procuram diversificação e liquidez.

Melhores fundos:

  1. SANTOS CREDIT YIELD FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO

Rentabilidade últimos 12 meses: 32,61%

  1. ICATU VANGUARDA PRÉ-FIXADO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO

Rentabilidade últimos 12 meses: 18,74%

  1. FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CAIXA SELEÇÃO RENDA FIXA

Rentabilidade últimos 12 meses: 18,16%

2. Fundos de Renda Variável

Os fundos de renda variável são aqueles que possuem no mínimo 67% de seu patrimônio em carteira em ações, valores mobiliários ou cotas de outros fundos de ações.

Esse tipo de fundo está mais exposto às mudanças de preços dos ativos e flutuações do mercado. Porém, é essa mesma exposição que garante um potencial de valorização e rentabilidade maiores do que em outros fundos

Risco:

Alto, pois depende da volatilidade do mercado acionário.

Tipos de fundos:

  • Fundos passivos – Seguem um indicador de mercado, como o Ibovespa;
  • Fundos ativos – Almejam rentabilidade, com os investimentos sendo baseados na decisão de um gestor;
  • Fundos específicos – Fundos de gestão ativa que investem em papéis de apenas um setor ou de uma única classe de ativos, como ações blue caps, por exemplo;

Público alvo:

Investir em fundos de renda variável demanda uma tolerância maior ao risco. Por isso, esse tipo de ativo é indicado apenas para investidores mais agressivos, interessados em obter uma maior rentabilidade sem a urgência de um retorno imediato.

Não são indicados para investidores conversadores, iniciantes ou para quem precisa do dinheiro no curto prazo.

Melhores fundos:

  1. VENTURE VALUE FUNDO DE INVESTIMENTO DE ACOES

Rentabilidade últimos 12 meses: 104,44%

  1. MCR-PRINCIPAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

Rentabilidade últimos 12 meses: 85,68%

  1. CHARLES RIVER FUNDO DE INVESTIMENTO DE AÇÕES

Rentabilidade últimos 12 meses: 81,55%

3. Fundos Multimercado

Os fundos de investimento multimercado são aqueles que investem em diversos tipos de ativos diferentes. Seus recursos podem estar distribuídos tanto em papéis de renda fixa, moedas, ações, commodities, entre outros.

Ou seja, os fundos multimercado conseguem juntar investimentos com riscos e rentabilidades diferentes em uma mesma carteira. Por ter uma maior liberdade na alocação, esse tipo de fundo possibilita o uso de estratégias de investimento mais estruturadas.

Risco

Baixo, moderado ou alto, pois depende da estratégia de cada fundo.

Tipos de Fundos:

  • Fundos Macro: Realizam operações em renda fixa e variável baseadas na conjuntura macroeconômica e indicadores de mercado;
  • Trading: Investem em diversas classes de ativos a partir de operações de compra e venda no curto prazo;
  • Long and Short: Operam no curto e médio prazo no mercado a partir de posições compradas e vendidas (compra e venda simultânea de ativos relacionados entre si)
  • Juros e Câmbio: Fundos investem no médio/longo prazo em ativos relacionados a taxa de juros ou moedas estrangeiras
  • Livre: Fundos com liberdade de investimento, sem estratégia ou alocação pré-definida
  • Proteção de capital (Hedge): Fundos que investem em determinados ativos com o objetivo de proteger o capital do investidor

Público alvo:

Devido a sua flexibilidade, não existe um público específico para o multimercado. A capacidade de unir diversas vantagens em uma só carteira fazem com que os fundos multimercado funcionam para todo tipo de investidor.

São um opção interessante para o perfil conversador que busca um pouco mais de rentabilidade. Ao mesmo tempo, também se encaixam em uma estratégia mais arriscada, por oferecerem diversificação e proteção.

Melhores fundos:

  1. VERSA LONG BIASED FI MULTIMERCADO

Rentabilidade últimos 12 meses: 143,98%

  1. XP CAPITAL PROTEGIDO XV FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO

Rentabilidade últimos 12 meses: 50,63%

  1. PLATINA TRADING FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO

Rentabilidade últimos 12 meses: 40,91%

4. Fundos de Direitos Creditórios

Um Fundo de Investimento em Direitos Creditórios, ou FIDC, é um fundo de investimentos baseado em recebíveis adquiridos de empresas. Seu objetivo é destinar pelo menos 50% de seu capital na compra de direitos creditórios.

Tais direitos são derivados dos créditos a prazo que uma empresa tem a receber no futuro. Se encaixam na modalidade títulos como duplicatas, cheques, cédulas de crédito bancário, notas promissórias, direitos de compra e venda, precatórios, entre outros.

Risco:

Moderado, pois mesmo se tratando de ativos com risco de inadimplência, todos os títulos são auditados por consultorias de crédito.

Tipos de Fundos:

  • Padronizados: Permitem a aquisição apenas de direitos creditórios “normais”, sem nenhuma particularidade.
  • Não-Padronizados: Permitem a aquisição de qualquer direito creditório. Além dos títulos convencionais, o fundo também pode conter precatórios, créditos em litígio ou recuperação judicial, derivativos de crédito, entre outros.

Público alvo:

Os FIDC são interessantes para quem busca diversificação, já que misturam boa rentabilidade com um risco não tão alto.  

Porém, a maioria dos Fundos de Investimento em Direitos Creditórios no mercado não são acessíveis ao investidor normal. Por terem um caráter mais exclusivo,  apenas investidores profissionais e com grande disponibilidade de capital podem fazer parte de um FIDC.

Melhores fundos:

  1. POLO CLUBES FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS NÃO-PADRONIZADOS

Rentabilidade esperada: 160,0% CDI ou CDI + 5,0% ao ano (o que for menor)

  1. FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS NÃO PADRONIZADOS MULTISSETORIAL R&G LP

Rentabilidade esperada: 140% CDI ou IPCA + 6,5% ao ano (o que for maior)

  1. MOKA FUND I –  FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS NÃO PADRONIZADOS MULTISSETORIAL

Rentabilidade esperada: 130% do CDI para cotas sêniores; 160% do CDI para cotas subordinadas

Então, já sabe qual o melhor fundo de investimento para você? Esperamos que tenha gostado do artigo! Para continuar aprendendo mais sobre investimentos e finanças, não perca tempo! Assine a nossa newsletter e receba gratuitamente todos os nossos conteúdos em primeira mão.

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Comparando diferentes fundos de investimento: qual é o melhor?”

  • Avatar
    • Breno Rodrigues